Foto: CNT/Divulgação

Foi assinado na sexta-feira, em Anápolis (GO), o contrato de concessão do sistema composto por três rodovias (BRs 153, 080 e 410), entre Goiás e Tocantins, com a empresa Ecovias do Araguaia, do grupo EcoRodovias, vencedor do leilão realizado no início de abril.

O Plano de Exploração da Rodovia (PER) prevê investimentos de R$ 14 bilhões ao longo de 30 anos. Conhecida como Belém-Brasília, essa rodovia já havia sido leiloada em 2013, mas a concessão foi cassada em 2017 por não cumprimento de cláusulas contratuais pelo grupo vencedor. No novo projeto foram acrescentadas mais duas BRs, para evitar rotas de fugas faz praças de pedágio: BRs 080, que sai de Brasília, e 410, que se inicia em Anápolis.

Para o ministro Tarcísio de Freitas, a rodovia representa “uma rota extremamente relevante para o agronegócio por interligar as regiões Norte e Sul do Brasil. A estimativa é que milhares de vidas sejam salvas com as melhorias durante os anos de concessão, e essa é a melhor forma de fazer infraestrutura”.

Com 850,7 quilômetros entre os municípios de Anápolis e Aliança do Tocantins (TO), os trechos concedidos terão investimentos de R$ 7,8 bilhões em duplicações e melhorias da segurança viária e outros R$ 6,2 bilhões em contratação de serviços ao usuário.

Depois do fracasso dos leilões realizados entre 2013 e 2014, na chamada III Etapa do Programa de Concessões de Rodovias Federais, o Ministério da Infraestrutura retomou esses certames com novas regras a partir de 2019. Desde então já foram realizados cinco leilões (Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, Goiás/Tocantins e Minas/Goiás), garantindo R$ 22,5 bilhões de investimentos. Para os próximos dois meses estão sendo projetados mais R$ 22 bilhões com dois leilões.

No dia 29 de outubro, será realizado o maior leilão de rodovia, com a nova licitação da Via Dutra, entre Rio de Janeiro e São Paulo, com investimentos de R$ 15 bilhões. No dia 25 de novembro, será a vez do sistema BRs 381 e 262 (MG-ES), de 670 quilômetros, com mais R$ 7 bilhões de investimentos previstos, com destaque para a duplicação de 400 quilômetros.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.