Precatórios: Guedes poderá sair enfraquecido - Análise Arko
Foto: Edu Andrade/Ascom/ME.

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (6/10) a convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes, para explicar no Plenário a manutenção de empresas fantasmas em seu nome no exterior, as offshores. A informação foi revelada pelo Pandora Papers, investigação promovida pelo Consórcio Internacional de Jornalistas Investigativos (ICIJ).

O documento foi apresentado pela oposição e aprovado por 310 a 142 votos contra. Ainda não há data para que Guedes preste esclarecimentos aos deputados, mas a expectativa é que seja na próxima quarta-feira (13). A resolução está nas mãos do presidente da Casa, o deputado Arthur Lira (PP-AL).

“Há uma vedação explícita de que servidores públicos possam manter aplicações financeiras e investimentos no exterior que possam ser afetadas por políticas governamentais”, justificou a oposição no documento enviado ao Plenário.

Líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-RR), tentou transformar a convocação em um convite. Segundo ele, Guedes precisa se sentir disposto a dar explicações. “O ministro tem explicações a dar e está disposto a fazê-las para o Parlamento, como é natural de qualquer pessoa pública. Só não vejo razão de ser uma convocação”, disse.

O ministro já havia sido convocado por duas comissões da Câmara para falar sobre a offshore nas Ilhas Virgens Britânicas. Como se trata de uma convocação, o ministro é obrigado a comparecer. A expectativa é que os presidentes dos colegiados abram mão de suas convocações para que o ministro compareça apenas perante o plenário.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.