Início Economia Reforma do imposto de renda deve avançar no Senado nas próximas semanas

Reforma do imposto de renda deve avançar no Senado nas próximas semanas

Pacheco tem interesse em aprovar na Câmara o projeto do Refis, para isso, deve fazer um acordo com Lira

Nesta terça-feira (21), o presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, senador Otto Alencar (PSD-BA), oficializou Ângelo Coronel (PSD-BA) como relator do projeto de lei da reforma do Imposto de Renda (PL 2337/21).

Os dois senadores são do mesmo partido, o PSD, e do mesmo estado, a Bahia. Portanto, Coronel é liderado de Alencar, tanto no Senado, quanto na política baiana. Por isso, a percepção inicial da indicação de Angelo Coronel é de que Otto Alencar fez uma escolha de sua confiança para controlar o processo. O presidente da CAE já havia afirmado que poderia “engavetar” o projeto. Ele também sinalizou que há dispositivos estranhos ao objeto da matéria.

Alencar é autor de outro projeto que institui a cobrança sobre lucros e dividendos. Este, portanto, é um tema de seu interesse. Como presidente da CAE e um relator de sua confiança, Otto Alencar ditará o ritmo e terá grande influência no parecer do Coronel Angelo.

Caso haja demora na análise da matéria pela Comissão, a matéria pode ser levada diretamente para o Plenário via requerimento de urgência ou avocada pelo presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). Isso pode ocorrer mediante acordo com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). Pacheco tem total interesse na aprovação do novo Refis (PL 4728/20), projeto de sua autoria em análise na Câmara. Para isso, pode andar com a votação da reforma do IR no Senado.

Segundo a avaliação da Instituição Fiscal Independente (IFI), a reforma pode custar R$ 28,9 bilhões aos cofres públicos em perda de arrecadação tributária já em 2022. Apesar de a proposta trazer medidas com potencial arrecadatório, como a revisão de benefícios tributários e a criação do imposto sobre lucros e dividendos, o saldo final permanece no vermelho.


Cliente Arko fica sabendo primeiro