RAFAELA FELICCIANO/METRÓPOLES

O setor turístico brasileiro registrou alta de 25% nas vagas de emprego formais ocupadas no mês de julho, comparado com o mês anterior. De acordo com os dados do estudo “Monitora Turismo”, baseado no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Previdência, a alta nas taxas de ocupação hoteleira, na aviação civil e demais segmentos do turismo foi devido ao avanço da vacinação em todo o país.

O ministro do Turismo, Gilson Machado Neto, afirmou que continuará apoiando a retomada do setor em todo o país, a partir do avanço da vacinação e adoção de protocolos de biossegurança. Do total de empregos criados em todo o Brasil (316,6 mil), as empresas de turismo foram responsáveis pela contratação de cerca de 20,3 mil profissionais.

O levantamento do Caged indicou ainda dados estaduais, por capitais e de alguns dos principais destinos turísticos do país. Na esfera estadual, Paraná (95%), Bahia (89%) e Pernambuco (68%) foram os que apresentaram os maiores índices percentuais de crescimento no período. Por capitais, Curitiba (PR), Florianópolis (SC) e Recife (PE) registraram expressivas altas de 762%, 695% e 133%, respectivamente. Já nos principais destinos, Ipojuca (PE), Porto Seguro (BA) e Balneário Camboriú (SC) tiveram maior variação no saldo de contratações, com 370%, 317% e 89%, respectivamente.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.