Foto: Flickr/MCTIC

O Ministério da Economia e pela Casa Civil apresentou novos representantes para a Seção Brasileira do Fórum de Altos Executivos Brasil-Estados Unidos (Fórum de CEOs). Os nomes foram selecionados pelas pastas e vão integrar o grupo responsável pela formulação de recomendações conjuntas, com o objetivo de incrementar comércio e investimentos bilaterais, além de apontar formas de ampliar a integração entre as economias dos dois países.

Os novos membros do Fórum de CEOs se juntarão aos outros membros do setor privado e a dois representantes do governo para coordenar, organizar e planejar as atividades da Seção brasileira, em preparação à 12º Reunião Plenária do Fórum de CEOs Brasil-EUA, prevista para o início de fevereiro de 2022, em Washington, DC.

A composição foi pautada pela diversidade de setores, com o intuito de ter representantes de empresas que possam contribuir para o adensamento das relações comerciais da forma mais abrangente possível.  A seleção dos novos membros seguiu os mesmos critérios objetivos e qualitativos que garantiram a relevância dos escolhidos em março de 2019.

Criado em 2007, o Fórum de CEOs Brasil-EUA reúne dois representantes governamentais de cada país, 12 CEOs brasileiros e 12 americanos. As duas Seções se reúnem periodicamente para formular e apresentar recomendações conjuntas sobre como aumentar o comércio bilateral e o investimento.

O Brasil é representado pelos ministros da Economia, Paulo Guedes, e da Casa Civil da Presidência da República, Ciro Nogueira, no âmbito governamental. O lado americano é representado pela secretária de Comércio, Gina Raimondo, e o diretor do Conselho Econômico da Casa Branca, Brian Deese.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.