Refugiados
© 2019 União Europeia (Fotógrafo: Peter Biro)

O Ministério da Justiça e Segurança Pública destinou, por meio do Projeto Migrajus, R$ 2 milhões para cinco projetos selecionados nos estados do Amazonas, Rio de Janeiro e Santa Catarina. A ação, que foi divulgada na última semana pelo órgão, contempla iniciativas de organizações da sociedade civil para o atendimento de migrantes e refugiados que promovam a disseminação de informações sobre a legislação migratória e a inclusão social.

Cada entidade receberá o investimento R$ 400 mil, a serem utilizados em um período de 18 meses, a partir da assinatura do acordo.

As parcerias firmadas, segundo o Ministério, reforçarão as ações humanizadas no atendimento a essa população, partindo de orientações sobre as diferentes formas de regularização documental no Brasil, migratória e trabalhista, por exemplo, apoiando também o acesso a serviços e benefícios sociais, como o atendimento à saúde, à educação, serviços bancários e assistência jurídica.

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, afirmou que “o Migrajus representa um importante passo no fortalecimento e na consolidação de políticas públicas para a população migrante e refugiada e sua integração social”.

Para outras informações, os interessados devem entrar em contato por meio do endereço eletrônico: migrajus@mj.gov.br.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.