A nomeação de Bruno Bianco Leal para o cargo de secretário-executivo do novo Ministério do Trabalho e Previdência foi publicada no Diário Oficial da União, nesta quinta-feira (29/7). Anteriormente, Bianco atuava como secretário especial da Previdência, no Ministério da Economia.

O novo ministério, comandado por Onyx Lorenzoni, foi recriado oficialmente na última quarta-feira (28/7), por meio da Medida Provisória (MP) nº 1.058, que altera a Lei nº 13.844, de 18 de junho de 2019, e terá até 13 secretarias.

Com a instituição do órgão, o governo do presidente Jair Bolsonaro terá 23 pastas, oito a mais do que o número prometido na corrida eleitoral de 2018.

A indicação de Bruno Bianco como secretário-executivo do Ministério do Trabalho foi um acordo entre Bolsonaro e Paulo Guedes. A ida de Bianco para a equipe de Lorenzoni vinha sendo negociada como uma forma de Guedes manter alguém de sua confiança na cúpula do novo ministério.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Autor

  • Graduanda em Jornalismo pela Universidade Católica de Brasília (UCB). Tem passagem como repórter pelo Jornal de Brasília, Correio Braziliense e Brazilian Press. Como produtora atuou no SBT Brasília. No O Brasilianista cobre economia e política.