Semana na política: Ricardo Barros, CPI e BC
Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Um projeto de lei estabelece um novo piso na Previdência Social para aposentados e pensionistas com 75 anos ou mais. O PL 2.440/2021, que será analisado pelo Senado, prevê que esses beneficiários teriam direito a um reajuste pelo Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade (IPC-3i), que é mais alto do que a inflação geral.

O autor da proposta, senador Lasier Martins (Podemos-RS), argumenta que, com a inflação crescente, os idosos com 75 anos ou mais estão entre os mais prejudicados. Ele afirma que a situação dos super idosos é diferente, tanto pela real impossibilidade de se ocupar no mercado de trabalho, como pelos elevados custos para a sua sobrevivência.

De acordo com o texto da proposta, o piso da Previdência para os beneficiários de 75 anos ou mais partirá do valor atual do salário mínimo (R$ 1.100,00), mas será atualizado anualmente pelo IPC-3i se este for maior do que o reajuste anual do mínimo — se não for, ele seguirá o reajuste. Essa política será mantida até que o piso da categoria alcance o valor equivalente a duas vezes o salário mínimo atual.

O PL ainda não tem relator e também precisa ser encaminhado a uma comissão. Se for aprovado pelo Senado, seguirá para a Câmara dos Deputados.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Autor

  • Graduanda em Jornalismo pela Universidade Católica de Brasília (UCB). Tem passagem como repórter pelo Jornal de Brasília, Correio Braziliense e Brazilian Press. Como produtora atuou no SBT Brasília. No O Brasilianista cobre economia e política.