Indústria sente efeitos da pandemia com a falta e alto custo das matérias-primas
Arquivo/AC

O principal problema das indústrias no segundo trimestre de 2021 foi a falta e o alto custo das matérias-primas, apontou levantamento feito pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os dados da pesquisa Sondagem Industrial mostraram que os efeitos da pandemia da Covid-19 têm impactado a oferta de insumos para o setor industrial, problema mencionado por 63,8% das indústrias. Em seguida, a carga tributária brasileira (34,9%) e a taxa de câmbio (23,2%) estão entre os principais entraves enfrentados pela indústria brasileira. A pesquisa foi feita com cerca de 2000 empresas de pequeno, médio e grande porte.

O gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo, explicou que a combinação de estoques limitados e atividade aquecida são fatores para que a falta e alto custo de matérias-primas permaneçam como o principal problema enfrentado pela indústria no trimestre. “Os dados mostram que os estoques voltaram a cair, e novamente estão se afastando do nível planejado pelas empresas”, disse.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Autor

  • Pedro é estudante de jornalismo da Faculdade Cásper Líbero, São Paulo, e participou da fundação da CNN no Brasil, trabalhando por um ano na emissora. Atualmente, direto da capital federal, cobre política e economia em O Brasilianista e na Arko Advice.