Educação: governo investe R$ 514 milhões para o retorno presencial das aulas

O governo federal já repassou mais de R$ 514 milhões para escolas públicas do Brasil, desde o início de 2021, referentes à primeira parcela do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE Básico). O recurso, de acordo com o governo, pode, entre outros fins, ser usado para enfrentamento ao coronavírus no retorno às aulas presenciais. O dado foi divulgado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), vinculado ao Ministério da Educação, na última quinta-feira (22).

O PDDE consiste na assistência financeira às escolas públicas da educação básica das redes estaduais, municipais e do Distrito Federal e às escolas privadas de educação especial mantidas por entidades sem fins lucrativos.

Em 2020, o FNDE transferiu mais de R$ 810,5 milhões para o PDDE Básico e R$ 444 milhões referentes ao PDDE Emergencial para auxiliar as escolas na retomada das aulas presenciais.

O PDDE visa contribuir para manutenção e melhoria da infraestrutura física e pedagógica das unidades escolares. Para receber os recursos, as escolas públicas de educação básica precisam estar em dia com seu cadastro no sistema PDDEWeb, além de não apresentar pendências nas prestações de contas.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.