Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Datafolha apontou que o pessimismo dos brasileiros com a economia registrou uma forte queda em julho. O índice dos entrevistados que acreditam que a situação econômica do país irá piorar teve uma redução de 30 pontos percentuais em relação a agosto do ano passado, e registra agora 35%.

Por outro lado, subiu 19 pontos o percentual dos que entendem que a situação econômica irá melhorar, atingindo 30%. Outros 32% entendem que a economia ficará como está, uma elevação de 10 pontos em relação à sondagem anterior.

Segundo a sondagem, o otimismo em relação ao país é mais forte entre os mais ricos (39%), junto aos empresários (46%), entre os moradores das regiões Norte e Centro-Oeste (39%) e perante os entrevistados que aprovam o governo do presidente Jair Bolsonaro (57%).

Já os habitantes do Nordeste (44%), os desempregados (43%) e os que pretendem votar no ex-presidente Lula (46%) estão mais pessimistas com a economia.

Vale recordar que hoje, Lula venceria Bolsonaro somente entre a parcela da população com renda mensal de até 2 salários mínimos, justamente o segmento em que a retomada da economia demora mais para ser percebida, principalmente por conta do elevado desemprego.


Cliente Arko fica sabendo primeiro

Assine o Arko Private, serviço Arko para pessoa física, e tenha acesso exclusivo a um canal privado de interatividade e alertas em tempo real, além de relatórios, Lives Exclusivas e eventos especiais com figuras notáveis da nossa rede de contatos.