Divulgação / Furnas

A Comissão de Minas e Energia vai discutir, em audiência pública na próxima terça-feira (6), os critérios de operação da usina de Furnas e o uso múltiplo das águas. O debate será no plenário 14, às 10h, e será transmitido pela internet, com a possibilidade de envio de perguntas.

A audiência foi solicitada pelo deputado Domingos Sávio (PSDB-MG). Ele afirmou que o uso múltiplo da água de Furnas está sendo violentado criminosamente, uma vez que a operação da vazão das águas de Furnas tem ignorado sistematicamente este princípio e os interesses dos milhares de cidadãos que vivem ou frequentam as margens do lago ou que dependem de suas águas para sobreviverem.

O deputado disse ainda que soma-se a isso o anúncio da privatização da Eletrobras e de Furnas, sem que, de acordo com ele, esteja clara a responsabilidade das futuras concessionárias com o respeito à cota 762.

Essa cota para estabelecida para as represas é considerada suficiente para o uso múltiplo de água, atendendo os municípios banhados pelo lago com a manutenção de atividades econômicas voltadas ao turismo, piscicultura e agropecuária.

Confirmaram presença na audiência a diretora-presidente da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA), Christianne Dias Ferreira; o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema (ONS), Luiz Carlos Ciocchi; e o diretor-presidente da Furnas Centrais Elétricas, Clovis Torres.