5G chegará em cidades com mais de 30 mil habitantes até 2028, afirma ministro
Foto: Divulgação

O ministro das Comunicações, Fábio Faria, afirmou no lançamento da Semana das Comunicações, na quarta-feira, no Palácio do Planalto, que o TCU deve votar o edital do leilão do 5G em torno de algumas semanas. “No ano que vem, todas as 27 capitais do Brasil terão 5G até julho. Nós temos hoje 82% das pessoas com internet; 18% não têm. Até 2028, vamos levar internet até todos os brasileiros.”

Apesar do otimismo do ministro quanto à liberação pelo TCU do processo do leilão da rede 5G, o governo tem encontrado dificuldades para convencer a área técnica do tribunal das obrigações adicionais para as operadoras estabelecidas na proposta de edital do leilão.

Na semana passada, em evento virtual do setor, o ministro admitiu desconforto por ter de responder ao volume de questionamentos enviado ao ministério pelos auditores. Disse ter deixado claro aos ministros do TCU que só se manifestará quando a discussão técnica chegar ao plenário, após apresentação do parecer do relator, ministro Raimundo Carreiro. Fábio Faria demonstrou irritação também com o vazamento de informações veiculadas nas reuniões de interação com o TCU.

O Brasil deverá ser o primeiro a oferecer o padrão “puro-sangue” da nova tecnologia, ou 5G “stand alone” (rede exclusiva) na América Latina. O Chile saiu na frente, com a realização do primeiro leilão na região, mas lá as operadoras lançaram a versão de 5G oferecendo, basicamente, ganho de velocidade no acesso por meio do compartilhamento dinâmico de radiofrequências.

Esse recurso permitiu a comercialização antecipada de “planos 5G” no Brasil com o uso dos atuais padrões (2G, 3G e 4G). O presidente da fornecedora de equipamentos Ericsson, Vinicius Dalben, disse ao jornal Valor que o Brasil “assume pioneirismo na região e outros países, que não exigiram o 5G ‘stand alone’ no primeiro momento, vão poder espelhar-se na experiência brasileira para evoluir dentro da nova tecnologia”.

Mais banda larga

Protocolo assinado pelo Ministério das Comunicações com o Sebrae e o Banco do Brasil, na quarta-feira, vai permitir a chegada da internet a mais mil municípios. Os novos pontos serão instalados por meio do programa Wi-Fi Brasil, do ministério. Com mais de 13 mil pontos de internet via satélite já instalados, a iniciativa leva banda larga gratuita e de alta velocidade a mais de 8,5 milhões de pessoas no país.

“São mais de 9 mil escolas conectadas, crianças estudando por causa do Wi-Fi Brasil. São 600 postos de saúde conectados e várias praças, várias localidades, estão recebendo esse sinal. Nós temos 40 milhões de brasileiros sem internet”, afirmou o ministro Fábio Faria.