Foto: Ricardo Stuckert

Nos bastidores da politica paulista, partidos de esquerda tentam construir uma frente ampla para concorrer ao governo do estado de São Paulo em 2022. Segundo o que a Arko Advice apurou, o PSOL tenta convencer os demais partidos de esquerda de que Guilherme Boulos encabece uma candidatura em 2022, tendo Fernando Haddad como vice.

“O Boulos é um excelente nome para encabeçar uma chapa de esquerda. É talvez o melhor nome para liderar a derrotada do tucanato em SP, que tanto mal já vez ao estado”, afirmou uma fonte à Arko.

A aliança, no entanto, ainda não está definida. O PSOL irá realizar um congresso, nos próximos meses, para estabelecer uma estratégia eleitoral com foco no Palácio dos Bandeirantes.

“O Guilherme está à disposição do partido para o que for decidido. Hoje, o PSOL conversa com toda a esquerda; estamos há mais de um ano com planos de formar uma candidatura única em São Paulo”, disse.

“Excelente”

Em 2020, Guilherme Boulos ficou em segundo lugar na disputa pela prefeitura da capital paulista. O candidato do PSOL teve 40,62% dos votos, 2,16 milhões, mas foi derrotado, no segundo turno, por Bruno Covas, nome do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). Na avaliação de integrantes do partido, na época, o desempenho do psolista foi excelente.