Foto: Divulgação/larepublica.pe

O Diário Oficial publicou na quinta-feira o Decreto nº 10.675, que qualifica três projetos envolvendo jazidas minerais de titularidade da CPRM para fins de contratos com o setor privado: Gipsita do Rio Cupari (PA); Calcário de Aveiro (PA); e Diamante de Santo Inácio (BA). Todos serão oferecidos no âmbito do PPI. A expectativa é que os leilões para a oferta desses projetos sejam realizados ainda este ano.

No projeto Gipsita, nome do minério usado na produção de gesso e na agricultura, foram detectados depósitos da ordem de 534 milhões de toneladas do minério. O projeto Calcário de Aveiro apontou a existência de 590 milhões de toneladas de calcário, usado na produção de cimento e como corretivo agrícola.

O projeto Diamante de Santo Inácio identificou a ocorrência de recursos minerais correspondentes a 122 milhões de toneladas de cascalho mineralizado contendo 1,8 milhão de quilates de diamante, com teores variando de 0,83 a 3,67.