Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Petrobras anunciou aumentos de R$ 0,05 (1,9%) no preço da gasolina e R$ 0,10 (3,7%) no preço do diesel. O reajuste foi divulgado na última quinta-feira (15); os valores foram reajustados nesta sexta-feira (16) nas refinarias da estatal, onde o litro do diesel passará a custar R$ 2,76, e o da gasolina, R$ 2,64.

O reajuste, de acordo com a estatal, foi influenciado pela variação na cotação do dólar e na desvalorização do real.

O valor, no entanto, não necessariamente chegará o mesmo ao bolso do consumidor, pois, segundo a Petrobras, o preço final depende de outros fatores: impostos federais e estaduais, custos para aquisição e mistura obrigatória de biocombustíveis, além das margens brutas das companhias distribuidoras e dos postos revendedores de combustíveis.

No último sábado (9), a estatal havia anunciado redução de R$ 0,08 no preço do diesel, passando a custar R$ 2,66; no entanto, o preço da gasolina não sofreu ajuste, ficando em R$ 2,59.

Desde o início do ano, os preços acumulam alta tanto para a gasolina, que encerrou 2020 vendida a R$ 1,84 nas refinarias da Petrobras, quanto para o diesel, que era negociado a cerca de R$ 2 por litro.