Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Apesar do atrito inicial sobre a abrangência da CPI da Pandemia – se seria ou não fechada no governo federal -, há consenso de que membros dos governos estaduais e municipais devem ser convocados para depor sobre o uso de verba federal. O principal alvo deve ser o governo do Amazonas e o governo da capital, Manaus. Ainda há certa divergência se a CPI pode, legalmente, convocar governadores e prefeitos, mas membros da oposição já defendem a convocação de, ao menos, secretários de saúde.

“A CPI da Covid é uma resposta ao povo brasileiro, que quer entender como, com tantos recursos disponibilizados, tanto para o Ministério da Saúde quanto para os estados, não conseguimos nos planejar para enfrentar a pandemia da forma correta”, afirmou o senador Eduardo Braga (MDB-AM) à Arko Advice.

Cronograma

O senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) articula para que o início das atividades da comissão ocorra o quanto antes, mas isso depende da oficialização dos membros indicados pelos partidos e blocos partidários. Membros da CPI avaliam que, se a leitura for feita hoje (15), a primeira reunião poderia ser realizada já na próxima quinta (22).

Contudo, se o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG) não fizer a leitura hoje, só poderá fazê-lo na próxima quinta-feira, já que há sessões do Congresso Nacional marcadas para segunda e terça-feira; e quarta-feira é feriado (Tiradentes). Nesse caso, a previsão é que a primeira reunião seja realizada na terça-feira seguinte (27).

“Consultei boa parte dos membros da CPI, que estão de pleno acordo em fazer a primeira sessão presencial. Otto Alencar, que é senador o mais velho, vai presidir a primeira sessão. Ele também disse que está à disposição para vir para Brasília. É razoável pensar que teremos a primeira reunião da CPI na quinta-feira (22)”, disse Randolfe Rodrigues em coletiva nesta quinta-feira.

Presidência

Por outro lado, ainda não há acordo para definição do presidente da comissão. O senador Randolfe Rodrigues é um candidato natural por ter proposto a CPI, mas há apoio ao nome de Omar Aziz (PSD), por ser do Amazonas.

Colaborou: Pedro Costa Teodoro