Marcelo Andrade/Arquivo/Gazeta do Povo

O Produto Interno Bruto (PIB) do estado de São Paulo cresceu 0,4% no ano pandêmico de 2020. Foram cerca de 800 mil empregos, diretos e indiretos, criados (0,01% a menos do que em 2019) e 224.153 empresas abertas (15% maior do que o ano anterior). Em 2019, o PIB cresceu 2,8%. Os dados foram divulgados pelo governo paulista na última quinta-feira (04).  

“Enquanto o PIB do Brasil recuou 4,1%, o PIB do Estado de São Paulo avançou positivamente 0,4%. O crescimento econômico, em meio à pandemia que devasta o país, é um sinal de força da economia do Estado de São Paulo”, pontuou o Governador João Doria. 

“É um resultado extraordinário, dadas as condições que todos enfrentamos, com os efeitos de uma crise sanitária de escala mundial”, disse o secretário da Fazenda e Planejamento, Henrique Meirelles. “Um crescimento que é um sinal da força da economia de São Paulo”. 

De acordo com a Fundação Seade, o PIB paulista pode crescer em torno de 5% em 2021.