Vacinação na aldeia indígena Umariaçu, próximo a Tabatinga, Amazonas.

De acordo com o Ministério da Saúde, mais 2,5 milhões de doses da vacina CoronaVac foram enviadas nesta quarta-feira (3) a todos os estados e ao Distrito Federal. O lote tem como objetivo “vacinar o restante dos trabalhadores da saúde, indígenas do estado do Amazonas e pessoas de 80 a 84 anos”, segundo a pasta.

A remessa enviada corresponde à entrega de duas doses. Os estados estão sendo orientados a reservarem a segunda dose da CoronaVac para garantir que seja aplica até 4 semanas depois da primeira.

O estado de São Paulo receberá o maior número de doses. Serão 593.600. Em seguida estão Minas Gerais (285.200) e o Rio de Janeiro (249.200). O Amapá receberá o maior número: 4.400.