Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) lançou nesta terça-feira (2) relatório com recomendações sobre a governança das empresas estatais brasileiras. O Ministério da Economia participou do evento. Documento indica diretrizes de organização e boas práticas para as empresas.

O relatório recomenda que o fortalecimento dos conselhos e da diretoria executiva das empresas seja efetivado por meio do empoderamento dos conselhos de administração, pela melhoria de regras e aprimoramento dos procedimentos para nomeação de diretores e executivos.

Outra recomendação é o fortalecimento da transparência, incluindo nos relatórios anuais informações financeiras, de custos e das políticas públicas de abrangência das estatais, além dos objetivos de desempenho para o setor estatal em geral.

Segundo o secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do Ministério da Economia, Diogo Mac Cord, o relatório da OCDE vem no momento certo. “A organização assume papel importante, apontando melhores práticas para que os países enfrentem seus desafios de gestão, nos ajudando a obter melhores resultados na administração pública e, por consequência, melhorando a vida de 210 milhões de brasileiros”, disse.