Dep. Arthur Lira (PP-AL). Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) disse nesta terça-feira (23) que é possível que o Congresso Nacional aprove a reforma administrativa em até dois meses. Ainda segundo o presidente, a reforma tributária pode ser aprovada em até oito meses. Lira participou de live promovida pelo jornal Valor Econômico.

Lira disse também que, se o Senado aprovar a PEC Emergencial/Pacto Federativo ainda esta semana, o texto tramitará rapidamente na Câmara, com previsão de votação em até 15 dias. A proposta faz parte do conjunto de medidas que visa impedir futuras crises nas contas públicas.

“Temos que destravar a economia, precisamos votar bem, com amplo debate e alicerçado em teses de desenvolvimento. É o nosso compromisso, vamos trabalhar com muita firmeza, e fazendo com que esta Casa tenha muita responsabilidade”, disse Lira.

Lira foi questionado pelos jornalistas se haveria alguma previsão de se discutir a revogação da lei do teto de gastos, que cria limites para a despesas públicas. Ele  afirmou que é “radicalmente a favor do cumprimento de todas as regras do teto de gastos”.