Fachada iluminada do Congresso Nacional. Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

O líder da Rede Sustentabilidade, senador Randolfe Rodrigues (AP), apresentou nesta quinta-feira (4), na Mesa Diretora do Senado, o pedido de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar as ações do governo federal no enfrentamento da pandemia de covid-19 no Brasil. A CPI também vai investigar a crise sanitária no estado do Amazonas, com a ausência de oxigênio para os pacientes internados.

O requerimento da Rede recebeu 30 assinaturas. Eram necessárias 27 para a criação da comissão. A CPI da Covid-19 terá 11 titulares, 7 suplentes, funcionará por 90 dias, com limite de despesas de R$ 90 mil.

Após o protocolo, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), deverá fazer a leitura do requerimento em plenário e mandará publicar a demanda. Caso não sejam retiradas assinaturas e o número permaneça em 27 ou mais até a publicação, a CPI será formalmente criada. Em seguida, após as indicações dos membros proporcionalmente pelos líderes partidários, haverá a instalação da comissão, com a eleição do presidente e designação do relator.