Fotos Públicas

Foram devolvidos aos cofres da União um total de R$ 1,3 bilhão. O valor representa o auxílio emergencial de 1,4 milhão de pessoas que não foi sacado. Os beneficiários tinham 90 dias para movimentar os valores do auxílio a partir do crédito na poupança social digital.

O calendário de liberação de saques foi encerrado dia 28 de janeiro. Ao todo, o auxílio chegou a 68 milhões de pessoas, e foram gastos cerca de R$ 290 bilhões. Foram cinco parcelas de R$ 600 liberadas pelo governo. O chamando Auxílio Emergencial Extensão, no valor de R$ 300, foi pago em quatro parcelas.