A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse em reunião nesta terça-feira (12) que o país pode prorrogar o lockdown por até 10 semanas para conter novo surto de COVID-19. A primeira-ministra participou de encontro de grupo de trabalho da União Democrata-Cristã (CDU), partido que lidera.

Segundo Merkel, a Alemanha ainda precisa de oito a dez semanas de medidas duras para controlar a pandemia. As autoridades de saúde locais estão preocupadas com nova variante do coronavírus que foi descoberta no Reino Unido.

Na semana passada, Merkel prorrogou o lockdwon que está atualmente em vigor no país até o dia 31 de janeiro. No próximo dia 25, Merkel se reunirá com governantes locais para discutir a situação da Alemanha frente à pandemia.