Custo Brasil: governo quer reduzir burocracia em R$ 1,5 trilhão
Foto: Arquivo/Agência Brasil

A produção industrial do Brasil registrou um crescimento de 1,2% em novembro. É o sétimo mês seguido que o índice apresenta alta, e o setor acumula alta de 40,7% em sete meses. A informação foi divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com a alta, a produção industrial eliminou a perda sofrida de 27,1% registrado entre março e abril de 2020, com a pandemia da COVID-19. No ano, entretanto, a indústria nacional apresenta queda de 5,5%. Em comparação com seu nível recorde, que foi alcançado em maio de 2011, a indústria está 13,9% abaixo.

O principal segmento a favores o aumento da atividade industrial foi o de veículos automotores, reboques e carrocerias, com alta de 11,1%. Outros ramos que cresceram foram de produtos químicos, 5,9%, confecção de artigos de vestuário e acessórios, 11,3% e impressão e reprodução de gravações (42,9%).