Foto: Carlos Moura/STF
Medidas anunciadas pelo TSE são uma forma de evitar aglomerações nas seções eleitorais

 

Para evitar a propagação do novo coronavírus durante as eleições municipais deste ano, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu estender o horário de votação. As seções eleitorais vão abrir uma hora mais cedo e vão funcionar das 7h às 17h. Pela manhã, o horário entre 7h e 10h será destinado preferencialmente a pessoas com mais de 60 anos.

O TSE também decidiu não usar a identificação biométrica eletrônica neste ano. A ideia é diminuir o tempo que os eleitores ficam dentro das seções, já que o processo eletrônico aumenta o período de permanência em até 70%, podendo gerar aglomerações. O objetivo também é diminuir o número de superfícies com que o eleitor precisa ter contato. Será necessário somente apresentar um documento oficial com foto e assinar o caderno de votação.

As mudanças estão contidas no Plano de Segurança Sanitária para as Eleições Municipais de 2020, apresentado pelo TSE nesta terça-feira (8).

O documento também apresentou o plano da justiça eleitoral para lidar com a possível falta de mesários. A orientação é que quem tiver apresentado febre nos últimos 14 dias antes da eleição deve ficar em casa. Os mesários estão sendo orientados a avisar imediatamente à sua zona eleitoral assim que notarem o sintoma, para que a substituição seja providenciada.

Quem for trabalhar nessas eleições terá à disposição equipamentos de proteção, que serão doados por empresas, como máscaras e álcool em gel.

A própria urna eletrônica será higienizada periodicamente por técnicos designados pelos TREs. Os mesários não terão contato com a máquina.

Também para evitar aglomerações, o TSE simplificou o procedimento para justificar ausência na votação, que agora poderá ser feito por meio do aplicativo e-Título.