Foto: Claudio Neves

O governo federal pretende conceder quatro novos terminais portuários à iniciativa privada em leilões marcados para 18 de dezembro, em São Paulo (SP), conforme editais para arrendamento publicados nesta quinta-feira (3).

São dois terminais em Aratu (BA), um em Maceió (AL) e outro em Paranaguá (PR), sendo primeiro destinado à movimentação de graneis minerai e com contrato válido por 25 anos. Já o segundo, também no mesmo município baiano, será dedicado ao transporte de graneis vegetais e terá contrato de 15 anos. Em Maceió o arrendamento se dará por 25 anos e terá dedicação a movimentação de granel líquido sobretudo ácido sulfúrico, enquanto o de Paranaguá também terá contrato com duração de 25 anos e terá por especialidade a movimentação e armazenagem de carga sobre rampa de acesso para cargas de veículos (roll-on/roll-off).

O secretário de Portos e Transportes Aquaviários do Ministério da Infraestrutura, Diogo Piloni, afirmou que o objetivo dos novos editais é trazer novas oportunidades de investimento no setor portuário e de ajudar na retomada da economia brasileira no período pós-pandemia, por meio da geração de novos postos de trabalho e de renda.