Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (1) que a reforma administrativa será encaminhada ao Congresso Nacional na quinta-feira. Anúncio foi feito na frente do Palácio da Alvorada, após reunião de Bolsonaro com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e lideranças do Congresso.

Segundo o presidente, a reforma não atingirá atuais servidores. Guedes disse que a reforma é para o futuro no pós-pandemia. “Estamos não só com olhos na população a curto prazo, mas pensando no futuro do país”, completou o ministro.

O deputado Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo na Câmara, disse que há um compromisso com o teto de gastos. “O recado que queremos dar é de responsabilidade fiscal e rigos nas contas públicas”, acrescentou Barros.