Foto: Divulgação/ClimaInfo

A China solicitou ao Ministério da Agricultura a suspensão da habilitação para exportação de carne bovina de mais dois frigoríficos brasileiros, após a confirmação de casos de coronavírus entre os funcionários. Segundo a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, os protocolos de prevenção à Covid-19 nos frigoríficos aderiram à testagem em massa e que, por isso, existe uma “reverberação” sobre a contaminação entre os funcionários. “Se não testassem talvez não houvesse toda essa reverberação negativa em cima do setor.”

Foram suspensas as exportações de seis frigoríficos brasileiros para a China. Duas outras plantas também receberam a solicitação, mas a pasta não vê motivos para a medida. O governo brasileiro tem mantido um diálogo constante com a Administração Geral de Alfândegas chinesa (GACC) e a principal reclamação é a falta de critérios técnicos para a suspensão por parte da China.

A ministra afirmou ainda que o Brasil aguarda a resposta da China a respeito dos novos frigoríficos. No entanto, Teresa Cristina ressaltou que o país chinês está dando prioridade à prevenção de novas contaminações e que, por isso, o assunto ficou em segundo plano. Ela também disse que a expectativa é de que o tema avance em mais um mês.