Foto: Arquivo/Reuters

Os Estados Unidos ordenaram o fechamento do consulado da China em Houston, no Texas, até esta sexta-feira (24). O governo de Pequin descreveu a medida como uma “provocação política” e o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin, afirmou que a atitude foi “ultrajante e injustificada”.

O Departamento de Estado americano alega que a decisão foi baseada em “proteger a propriedade intelectual americana”. Os EUA vem acusando a China há um bom tempo de espionagem, mas agora a acusação é de que a China patrocina hackers para espionar empresas americanas e laboratórios que estão desenvolvendo vacinas para Covid-19.

A disputa diplomática entre Washington e Pequim se acirrou nos últimos dias. O consulado é um dos cinco prédios diplomáticos da China nos EUA e, por enquanto, não há informações do porquê foi escolhido. Em meio a corrida presidencial durante uma pandemia, o presidente americano Donald Trump tem apostado na disputa com a China para ganhar capital político.