Foto: Arquivo Pessoal/R7

A Polícia Federal ia realizar hoje (21) uma ação de busca e apreensão no gabinete do senador José Serra, para investigar a existência de caixa 2 na campanha do parlamentar ao Senado em 2014.

Conhecida como Operação Paralelo 23, foi deflagrada na manhã desta terça-feira (21) pelo Ministério Público de São Paulo e a Polícia Federal e é a terceira fase da Lava Jato junto à Justiça Eleitoral do estado.

No entanto, a PF foi barrada pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), que disse que irá entrar com uma reclamação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a operação, que, na avaliação do Senado, a autoridade não é mais a PF e sim o STF.

Isto porque, nenhuma força de segurança além da Polícia Legislativa pode entrar no Congresso se não em uma destas situações:

  1. Autorização do presidente da Casa, Davi Alcolumbre
  2. Ordem expressa do STF