Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil

✓ O presidente Jair Bolsonaro se reúne, às 14h, com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

✓ O presidente Jair Bolsonaro dever sancionar a MP nº 936, que permite a redução de salários e de jornada de trabalho e a suspensão de contratos de trabalho durante a pandemia da Covid-19.

✓ Prevista reunião de líderes partidários no Senado, às 10h, para definir a pauta de votações da semana.

✓ O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, participa de reunião por videoconferência, às 10h, com José Berenguer, CEO Brasil do JP Morgan Brasil, e o economista Daniel Darahem. Às 14h, Campos Neto tem encontro com a Record, em Brasília. Às 17h, vai ao Ministério da Cidadania para uma reunião com o ministro Onyx Lorenzoni e o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães. Às 18h30, Campos Neto tem reunião virtual com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e os presidentes da Caixa, Pedro Guimarães, do Banco do Brasil, Rubem Novaes, e do BNDES, Gustavo Montezano.

✓ A mulher do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), Fernanda, depõe no Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) na investigação sobre o esquema de “rachadinha” (devolução de parte do salário de assessores) que supostamente vigorava no gabinete de Flávio quando ele era deputado estadual no Rio. Flávio pode depor nesta segunda ou na terça.

✓ A Caixa Econômica Federal começa a liberar hoje os novos saques do FGTS para trabalhadores nascidos em fevereiro no valor máximo de R$ 1045.