Gameanna /Shutterstock

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou que pretende colocar em votação na próxima quarta-feira (24) o PL 4162/2019, que cria o novo marco legal do saneamento básico. O relator da matéria, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), se comprometeu a disponibilizar o parecer até amanhã.

Os líderes do PSD, Otto Alencar (BA), e do PSB, Veneziano Vital do Rêgo (PB), se manifestaram contra a votação da proposta neste momento de pandemia, em sistema remoto. Ambos alegam que além da necessidade de mais discussão, o tema não se relaciona com a pandemia.

O líder do PT, senador Rogério Carvalho (PT), também acompanhou a posição e ainda solicitou a votação do PL 1166/20, sobre teto de juros no cheque especial e cartão de crédito em coro com o líder do Podemos e autor do projeto, Álvaro Dias (PR).

Após as manifestações, Davi manteve o compromisso de votar o marco legal do saneamento no dia marcado como único item da pauta.