Foto: Divulgação/Facebook

O Facebook removeu os anúncios da campanha de reeleição do presidente Donald Trump, dos Estados Unidos, afirmando que um símbolo usado na Alemanha nazista estava em meio à postagem.

Segundo a rede social, a propaganda continha um triângulo vermelho invertido similar ao usado pelos nazistas para identificar comunistas e prisioneiros políticos. Haviam outras cores para identificar outros tipos de prisioneiros nos campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial, como ciganos, pessoas negras, homossexuais e Testemunhas de Jeová. Já a comunidade judaica, que perdeu mais de 7 milhões de vidas, era identificada por meio da Estrela de Davi amarela.

O porta-voz da campanha de Trump afirmou que o triângulo foi incluído no anúncio que se referia ao movimento ativista de extrema esquerda Antifa, que se opõe a neonazistas, fascismo, supremacistas brancos e racismo. No mês passado, Trump afirmou que classificaria o grupo como uma “organização terrorista doméstica”.