Foto: Camila Diger/Agência Belém

No início de dezembro do ano passado, haviam cerca de 6 mil pessoas em situação de refúgio no Brasil. No entanto, o Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), informou nesta segunda-feira (8), que agora há aproximadamente 43 mil pessoas reconhecidas como refugiadas.

O Conare informou também que o aumento ocorreu em função da aprovação das solicitações feitas por venezuelanos, destinada a auxiliar filhos de refugiados venezuelanos. Desde dezembro, foram 38 mil aprovações, o que representa 88% do total.

Os pedidos de refúgio, sobretudo vindos da Venezuela, ocorrem pela classificação do país vizinho como em situação de “grave e generalizada violação de direitos humanos”. O coronavírus, no entanto, reduziu o movimento migratório por conta das restrições de fronteiras entre países.