Foto: Yasin Akgul / AFP

A Argentina anunciou nesta sexta-feira (22) que prorrogou até 2 de junho o prazo para renegociar a dívida externa de US$ 65 bilhões. O vencimento era hoje. Segundo o ministro da Economia Martín Guzmán, as negociações seguem um “caminho positivo”.

“Minha visão é que estamos experimentando um maior entendimento mútuo entre as duas partes”, disse o ministro. Segundo Guzmán, a razão pela prorrogação da oferta é técnica. “Estamos planejando fazer modificações com o objetivo de chegar a um acordo sustentável com nossos credores”, disse à agência Reuters.