Foto: Ana Volpe/Agência Senado

Desde o início da pandemia da covid-19, o governo já editou 35 medidas provisórias. A média histórica era de uma MP por semana. Com isso, mais de 50 medidas aguardam votação no Congresso. Câmara e Senado publicaram um ato simplificando a tramitação dessas proposições.

O novo rito encurtou prazos e excluiu a necessidade de a proposta ser avaliada por uma comissão mista antes de ir ao Plenário. Mas alguns senadores, como a presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Simone Tebet (MDB-MS), estão preocupados com os novos prazos.

Fonte: Agência Senado