Foto: Marcos Correa/PR

O ministro ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, deve assumir, nesta semana, o Ministério da Justiça e Segurança Pública no lugar de Sérgio Moro. Também deve ser feita a nomeação de Alexandre Ramagem, diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), como diretor-geral da Polícia Federal.

A recriação do Ministério da Segurança Pública, que também havia sido motivo de divergências entre Moro e o presidente Jair Bolsonaro, está sob avaliação.

Ao longo da semana, Bolsonaro pode confirmar o substituto de Jorge Oliveira na Secretaria-Geral da Presidência. O nome mais forte é o do atual secretário de Assuntos Estratégicos (SAE), almirante Flávio Rocha.