Foto: Aílton de Freitas / Agência O Globo

O secretário de Vigência em saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira, pediu hoje (15) demissão do cargo.

Ao lado do ministro Luiz Henrique Mandetta e do secretário-executivo, João Garbbardo, Wanderson estava presente na maioria das coletivas concedidas sobre a atualização dos casos de coronavírus no país.

Wanderson também era um dos principais defensores da política de isolamento social para combater o avanço da pandemia.

Seu pedido de demissão ocorre em meio aos fortes rumores sobre a saída de Mandetta do comando da pasta.