Foto: Reprodução/Youtube

Com a mediação de Murillo de Aragão, a Arko Advice promoveu uma live com o ex-presidente Michel Temer, nesta terça-feira (14), para tratar do cenário político atual. Temer lembrou que o Executivo executa a vontade popular, que é expressada pelo voto no Congresso. Temer ressaltou a importância do presidente da República realizar a “chamada articulação política” e afirmou que o presidente Jair Bolsonaro deve incentivar o diálogo para dar sentido de unidade ao país.

O ex-presidente lembrou que, “toda vez que há uma eventual desarmonia [entre os Três Poderes] é uma inconstitucionalidade, porque a Constituição determina que os poderes são independentes e harmônicos entre si”. Pediu ainda que, em vez de incentivar o embate institucional entre Legislativo e Executivo, a união deles seja fomentada.

Sobre o impacto da Covid-19 na agenda de reformas do Legislativo, Temer afirmou que “este não é o momento para esta preocupação como fundamento principal do governo. O nosso problema agora é a crise do novo coronavírus.” Lembrou que quando assumiu o governo, o PIB brasileiro era de negativo em quase 4% e que um ano depois, já era 1 ponto percentual positivo. Com isso, Temer afirma que o Brasil tem potencial de recuperação para se reerguer após a crise econômica causada pela pandemia.

Temer disse que não vê motivo para a disputa federalista, mas de fato isso reforça a questão do federalismo. Segundo a Constituição, cabe à União, estados e municípios a execução para cuidar da saúde. E compete à União, o Distrito Federal e aos estados, legislar sobre saúde concorrentemente com a União.