Foto: Yahya Arhab/EPA

O conflito entre a Arábia Saudita e o Iêmen já dura cinco anos. Agora, com o avanço da pandemia de coronavírus pelo mundo, a coalizão liderada pela Arábia Saudita declarou um cessar-fogo de duas semanas, para conter a disseminação do vírus pelo país, que já está devastado pela guerra.

Segundo a Agência de Imprensa Saudita (SPA, em inglês), a medida surgiu após um pedido de António Guterres, secretário-geral das Nações Unidas, que solicitou uma pausa nas hostilidades para conter a propagação da Covid-19.