Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), adiou para a quarta-feira (8) a votação da MP 905/2020, que regulamenta o contrato verde e amarelo, e do Plano Mansueto, de socorro às contas dos estados. Não foi alcançado um acordo sobre as propostas.

Segundo Maia, o objetivo para o Plano Mansueto é construir um novo texto em que se trate apenas dos socorros aos estados durante a pandemia do Coronavírus. Para o presidente, há a preocupação de que a ajuda financeira possa aumentar o endividamento e comprometer gestões futuras.

Maia disse ainda que “esse é um momento que precisamos construir mais consensos que divergências”.