Foto: Lula Marques

O programa de visitação ao Congresso Nacional, bem como as sessões solenes e especiais, eventos de lideranças partidárias e de frentes parlamentares foram suspensos nesta quinta-feira (12), por determinação do presidente Davi Alcolumbre.

Com a medida, apenas parlamentares, colaboradores, profissionais de imprensa, assessores, representantes de órgãos públicos e fornecedores estão autorizados a entrar nas dependências do Congresso. Todos precisam ser previamente credenciados.

Além disso, o Senado não autorizará viagens de senadores e servidores ao exterior. Outra medida de cautela é o afastamento do trabalho por 14 dias para pessoas que visitarem países com alta transmissão local, apresentar sintomas respiratórios ou febre.