Foto: Divulgação/Correios

O Secretário Especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados do governo, Salim Mattar, afirmou que a privatização dos Correios, devido à complexidade e tamanho da estatal, só deve ocorrer em 2021.

“Está tudo correndo para que possamos fazer capitalização da Eletrobras neste ano. Nossa prioridade é Eletrobras”, explicou Mattar. Ele disse que há uma intenção para que a privatização dos Correios ocorra, mas com certeza não será em 2020.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou durante um evento do BTG Pactual que “se o governo não quer privatizar os Correios, que decida logo, para quebrarmos o monopólio”.