Foto: Adriano Machado/Reuters

A nova pesquisa VEJA/FSB, realizada de 7 a 10 de fevereiro e divulgada hoje (13), aponta que a avaliação positiva (ótimo/bom) do governo Jair Bolsonaro cresceu cinco pontos percentuais (de 31% para 36%) em relação a dezembro do ano passado.

Esta é a primeira vez que o índice positivo supera a avaliação negativa (ruim/péssimo), que ficou em 31%. Em dezembro, o percentual negativo era de 36%. A avaliação regular, por sua vez, ficou estável em 31%.

Outro dado positivo mostrado pela sondagem é que, pela primeira vez desde o início do governo Bolsonaro, a aprovação da forma como o presidente governa é de 50%. Na sondagem passada, era 44%. Os que desaprovam a forma como Bolsonaro governa é de 44% (em dezembro, o índice estava em 46%).

A VEJA/FSB também aponta que para 48% dos entrevistados o governo terminará avaliado como ótimo/bom. Apenas 26% têm uma expectativa negativa (ruim/péssimo).

A melhora tanto na avaliação positiva do governo Bolsonaro quanto em relação à expectativa positiva em relação ao futuro pode ser atribuída a recuperação da economia.

2022: bolsonarismo x lulismo

A pesquisa VEJA/FSB sobre o segundo turno mostra a reprodução da polarização bolsonarismo x lulismo. No cenário em que o presidente Jair Bolsonaro enfrenta o ex-presidente Lula (PT) ocorre uma situação de empate técnico. Porém, como Lula não pode ser candidato em função da Lei do Ficha Limpa, Bolsonaro é o favorito.

Hoje, Jaie Bolsonaro é mais competitivo até mesmo que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Chama atenção o baixo desempenho do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), nas simulações realizadas. Doria tem hoje cerca de metade das intenções de voto do apresentador da TV Globo, Luciano Huck, e praticamente o mesmo tamanho de João Amoêdo (NOVO).

CENÁRIO 1 (%)
Jair Bolsonaro: 37
Fernando Haddad: 13
Luciano Huck: 12
Ciro Gomes: 11
João Amoêdo: 4
João Doria: 3%

CENÁRIO 2 (%)
Jair Bolsonaro: 31
Lula: 28
Luciano Huck: 11
Ciro Gomes: 8
João Amoêdo: 5
João Doria: 4

CENÁRIO 3 (%)
Jair Bolsonaro: 28
Sergio Moro: 17
Fernando Haddad: 15
Luciano Huck: 13
Ciro Gomes: 9
João Amoêdo: 4
João Doria: 3

Bolsonaro é o favorito no 2º turno

O presidente Jair Bolsonaro venceria todos os possíveis adversários em um eventual 2º turno, até mesmo o ex-presidente Lula. Nota-se que Sergio Moro, caso seja candidato, também é competitivo. Num cenário contra Lula ou outras opções, Moro tem praticamente a mesma intenção de voto que Bolsonaro.

CENÁRIO 1 (%)
Jair Bolsonaro: 51
Fernando Haddad: 33
Brancos, Nulos e Indecisos: 16

CENÁRIO 2 (%)
Jair Bolsonaro: 48
Lula: 40
Brancos, Nulos e Indecisos: 11

CENÁRIO 3 (%)
Sergio Moro: 49
Lula: 40
Brancos, Nulos e Indecisos: 12

CENÁRIO 4 (%)
Jair Bolsonaro: 45
Luciano Huck: 37
Brancos, Nulos e Indecisos: 17

CENÁRIO 5 (%)
Sergio Moro: 51
Luciano Huck: 32
Brancos, Nulos e Indecisos: 16