Foto: Divulgação/Cade

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), divulgou nesta quarta-feira (5), o Anuário 2019, que apresenta os resultados alcançados no combate a infrações de ordem econômica e promoção da livre concorrência.


Para o presidente do Cade, Alexandre Barreto, 2019 foi um ano de mudanças estruturais, como a adesão do Brasil ao Comitê da Concorrência da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), acordos com a Petrobras, a inclusão do Cade na Lei Geral das Agências Reguladoras, entre outros.


O relatório é dividido em três partes. A primeira resume os resultados do órgão sobre as análises de atos de concentração e repressão de condutas anticompetitivas. Já a segunda apresenta a atuação coordenada com a Administração Pública e o desempenho internacional do Cade. A última apresenta o perfil dos servidores e as ações implementadas em 2019.