Foto: J. Batista/ Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reiterou a prioridade dada pelo Legislativo à reforma administrativa em 2020. Entretanto, para ele, o governo precisa encaminhar sua proposta para permitir o avanço da matéria no Congresso.


Maia explicou que há uma decisão do Supremo Tribunal Federal que prevê que cada Poder deve encaminhar sua própria reforma administrativa e que, por isso, ainda não houve avanço no assunto. “Estamos esperando o Executivo encaminhar [a proposta dele] e compreender como o governo vai organizar a administração pública”, cobrou.


Para o presidente da Câmara, a reforma administrativa irá permitir uma reorganização do Estado e, consequentemente, as despesas públicas. Segundo ele, um grande desafio é que muito subsídios atendem a interesses particulares, distorcendo o Estado brasileiro.

Compartilhe