Foto: Evaristo SA/AFP

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quarta-feira (29), que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 186/19, poderá ter seu rito de votação encurtado e pode ser promulgada logo após a votação dos deputados.


A proposta será apensada à PEC 438/18, aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) e estima um corte de até 25% na jornada de trabalho e do salário dos servidores públicos que recebem acima de três salários mínimos.


Maia afirmou que as duas propostas serão unidas pela comissão especial da Câmara. A parte previamente aprovada pelo Senado poderá ser promulgada logo após a votação na Câmara, o que encurta o prazo de tramitação em pelo menos 45 dias.

Compartilhe