Foto: Ascom-HOL/Fotos Públicas

O Programa Nacional de Apoio à Formação de Médicos Especialistas em Áreas Estratégicas (Pró-Residência Médica) inicia, a partir do dia 20 de janeiro até o dia 31, o edital para instituições públicas e privadas (sem fins lucrativos) para fomentar a Residência Médica em regiões desassistidas do país. 

O novo edital altera os critérios de prioridade para a concessão de bolsas e as ações das Secretarias de Saúde, de modo que possam atender a instrução normativa da criação do Pró-Residência Médica. 

Serão cerca de mil bolsas por todo o período do programa (de 1 a 5 anos). Ao longo de 10 anos de programa, foram 17.291 especialistas formados em todo o país.