Foto: Gage Skidmore

O processo de impeachment do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi aprovado nesta quarta-feira (18) pela Câmara (House of Representatives). A Casa votou favoravelmente pela aprovação de duas acusações – abuso de poder e obstrução da atividade do Congresso.

O presidente americano é acusado de usar seu cargo para pressionar a Ucrânia a produzir material contra Joe Biden –  ex-vice presidente dos EUA e um de seus principais rivais para as eleições de 2020 – sob ameaça de congelamento de repasse de verba de ajuda militar. O presidente também é acusado de coibir pessoas ligadas a ele de prestarem depoimento à Câmara.

Este é apenas o terceiro caso de tentativa de impeachment na história dos Estados Unidos. Os dois anteriores, Andrew Johnson e Bill Clinton, tiveram seus processos aprovados na Câmara mas foram absolvidos pelo Senado, não perdendo seus cargos.

Trump, entretanto, é o primeiro que passa por este processo durante tentativa de reeleição, o que segundo especialistas, pode beneficiar sua candidatura – sendo absolvido pelo Senado de forma rápida e eficaz, Trump teria o interesse eleitoral a seu favor.

Pesquisas de opinião sobre o impeachment apontam que o número de americanos que apoia o processo está aumentando, 47,5% contra 46,3% que não apoiam. Apesar disso, a popularidade do presidente continua em alta, estando no maior patamar desde sua eleição, o que corrobora com a teoria de absolvição do impeachment pelo Senado.

Trump permanece no cargo enquanto aguarda o resultado do julgamento no Sendo, que deve ocorrer em janeiro.

Compartilhe